Prefeitura distribui mais 60 kimonos em aula especial
Home » Educação » Prefeitura distribui mais 60 kimonos em aula especial
13 de abril de 2018, 14:40

Prefeitura distribui mais 60 kimonos em aula especial

Na tarde da última quinta-feira, dia 12, o auditório da Escola Municipal Célia Goulart de Freitas recebeu uma apresentação especial do Projeto Judô nas Escolas, em comemoração aos 172 anos de Mata de São João. Com atuação na Sede e no Litoral, a iniciativa já atende a mais de 160 jovens. Durante a cerimônia, foram entregues 60 kimonos.

O Judô nas Escolas é uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Mata de São João e a Federação Baiana de Judô – FEBAJU. O Projeto se inseriu na Rede Municipal de Ensino para enriquecer ainda mais o Turno Integral, que já conta com aulas de reforço, oficinas de música, teatro, danças e jogos.

Uma das características desse esporte olímpico é o fato dele ser disciplinador, e a proposta do Prefeito Marcelo Oliveira é expandir a atuação da escola na vida dos jovens com a inserção do esporte. Atualmente, são oferecidas oficinas gratuitas de esporte pelas Secretarias de Educação e de Esportes.

“O Esporte, principalmente o ligado às artes marciais, tem uma importância muito grande na vida dessa juventude, porque além de dar preparo físico, saúde e desenvolvimento, ele também desenvolve nas crianças e nos jovens, o senso de respeito, de disciplina, de amor ao próximo, de trabalho em equipe e solidariedade e é isso que nosso propósito, ter uma escola que além de ensinar, português, matemática e ciências, ela também ensine a serem verdadeiros cidadãos”, pontuou o Prefeito Marcelo.

A Secretária de Educação, Maricélia Rodrigues parabenizou os professores Maicon França, Ricardo Netto e Cosme Luiz, por darem forma ao projeto, e aproveitou para saudar o Prefeito pelo apoio dedicado à iniciativa, “Marcelo é um entusiasta que acredita que a educação é o caminho para tudo dar certo e aliar o esporte sempre será um passo acertado”, ressaltou. Na oportunidade, prestigiaram o evento, os pais dos alunos, corpo docente, além dos vereadores Paulo Henrique e Marcus Theófilo.