Home » Cultura e Turismo » Geleia Solar encerra temporada do Projeto Jazz no Castelo
6 de fevereiro de 2020, 11:38

Geleia Solar encerra temporada do Projeto Jazz no Castelo

O grupo Geleia Solar sobe ao palco montado no Castelo Garcia D’Ávila da Praia do Forte, em Mata de São João, para o encerramento do Projeto Jazz no Castelo. A última apresentação do festival será nesta sexta-feira (7), a partir das 17h, e terá a participação especial da cantora Luíza Britto. A entrada é gratuita.

 O Jazz no Castelo faz parte do Projeto Arte e Cultura do Litoral, que oferece música de qualidade, atividades culturais locais e gastronomia. É uma realização da Fundação Garcia D’Ávila, com patrocínio do Hiperideal, através do Fazcultura, e apoio da Prefeitura de Mata de São João.

As duas primeiras apresentações do Jazz no Castelo reuniram moradores da região e visitantes, numa atmosfera única, em um dos patrimônios históricos e culturais mais importantes do Brasil. Adultos, crianças, jovens e idosos tiveram acesso à música de excelente qualidade, apresentações folclóricas e tendas gastronômicas, ao mesmo tempo em que contemplaram e usufruíram da beleza da edificação medieval.

O Geleia Solar foi o grupo base das três edições. Cicerone também do projeto Jazz no MAM, evento musical que acontece aos sábados no Museu de Arte Moderna da Bahia, o grupo tem como base músicos experientes, que tocam juntos há muitos anos.

Cantora Luíza Britto faz participação especial em evento, que reúne música, cultura e gastronomia no Castelo Garcia D’Ávila da Praia do Forte.

O bateria Ivan Huol, o baixista Ivan Bastos e o saxofonista Rowney Scott tocam juntos desde o Grupo Garagem, uma das maiores expressões do jazz na Bahia. Juntam-se a eles no Geleia Solar músicos tarimbados, como Joatan Nascimento (trompete), André Becker (sax), Bruno Aranha (teclado), Gabi Guedes (percussão), Jordi (guitarra), Lorena Martins (bateria) e Matias Traut (trompete).

“Pra mim o Jazz no Castelo foi um sucesso desde a primeira edição, com a super participação de Debora Gurgel, uma eximia instrumentista. Na semana seguinte fizemos um uma apresentação bacana, com a cantora Ângela Stallin, e tivemos a abertura das Panteras Negras, que é um caso à parte. São a vanguarda de uma linguagem instrumental de protesto”, comenta o baterias do Geleia Solar Ivan Huol.

A gente fica muito grato de fazer parte de um projeto como este, que leva uma música diferente do que a maioria das pessoas espera. Nossa música tem uma boa popularidade em Salvador e a gente levando isso para a Praia do Forte, em Mata de São João, esperamos que seja o início de um projeto perene, que tem tudo para dá certo”, acredita Huol.

O Ministério da Cidadania apresenta o Jazz no Castelo, que faz parte do Projeto Arte e Cultura do Litoral. Tem patrocínio do Hiperideal, através do Fazcultura, do Governo do Estado da Bahia, e apoio da Prefeitura de Mata de São João. A realização é da Fundação Garcia D’Ávila.